terça-feira, 21 de julho de 2009

Entrevista realizada com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger no dia 24 de junho no canal SBT, no Programa Destaque, sobre dúvidas da saúde da mulher.


video

Caso demore para carregar acesse: http://www.youtube.com/watch?v=JTzQ3Fm0SJA

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Entrevista realizada com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger no dia 17 de junho de 2009 no canal do SBT, no Programa Destaque, sobre a saúde da mulher.

video

Caso demore para carregar acesse: http://www.youtube.com/watch?v=eh0gVAEW93Y

terça-feira, 14 de julho de 2009

Entrevista realizada com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger no dia 10 de junho no canal do SBT no Programa Destaque falando sobre a saúde da mulher.

video

Caso demore para carregar o video acesse: http://www.youtube.com/watch?v=rfXK-T-GHvw

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Entrevista realizada com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger no canal do SBT no Programa Destaque no dia 03 de Junho de 2009.

video

Caso demore para carregar acesse: http://www.youtube.com/watch?v=zd7Goa7-Ook

terça-feira, 7 de julho de 2009

Entrevista com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger

Entrevista com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger no canal SBT no programa Destaque realizada no dia 06 de maio de 2009.

video

Caso esteja demorando demais para carregar acesse:http://www.youtube.com/watch?v=9hm0YffiWhE

sexta-feira, 3 de julho de 2009

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Entrevista sobre a Puberbade na Gazeta do Povo do dia 01 de Julho de 2009 com o Dr. Rodrigo Otavio Sarraf Berger

tra

Puberdade antes da hora deve ser investigada

Mães devem ficar atentas aos primeiros sinais do fim da infância e a antecipação da primeira menstrução.

Publicado em 01/07/2009 | ANA CAROLINA NERY

A puberdade nas meninas é algo que precisa ser investigado se os primeiros sinais acontecerem antes dos 8 anos de idade. Especialistas afirmam que essa é uma constatação mundial, mas que deve ser evitada. Do contrário, pode comprometer fortemente o aspecto psicossocial e o crescimento das meninas.

O primeiro sinal da puberdade é o nascimento do botão mamário (telarca). O ideal é que aconteça em torno dos 10 anos de idade. A partir daí é certo que os pelos pubianos (pubarca) surgirão de seis meses a um ano depois, e a primeira menstruação (menarca) acontecerá dentro de mais seis meses a um ano. Sabendo identificar os primeiros sinais, as mães podem prever a puberdade, sua possível precocidade e tratar a tempo.


Segundo o ginecologista Rodrigo Berger, do Hospital Nossa Senhora das Graças, não há uma estatística concreta, mas tem-se observado que, de uns 5 anos para cá, a menarca tem acontecido em torno de 8, 9 anos. Berger aponta a alimentação à base de flavonoides (soja) e fitohormônios (de plantas) como um dos fatores. Outro ponto teria relação com a sociedade em que vivemos, por estresse, cobrança e excesso de informação. “Toda vez que ficamos preocupados ou com muita expectativa sobre nós mesmos ou alguém, são liberados vários hormônios na circulação, como corticóides e adrenalina. Eles são responsáveis pela liberação de hormônios que estimulam a produção de estrogênio (hormônio feminino)”, explica.

A endocrinopediatra Margaret Boguszewski, professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), conta que os hormônios do estrogênio também agem no amadurecimento dos ossos. Segundo ela, no mesmo período em que ocorre a menarca, acontece a fase do estirão do crescimento, na qual os jovens crescem mais aceleradamente. “Depois que a menina menstruou a primeira vez, ela crescerá apenas um pouco mais, de quatro a oito centímetros no máximo. Significa que se a menstruação chegar mais cedo, a menina terá crescido menos, independentemente da média de altura da família.”

Fator psicológico

A menarca precoce também pode afetar a menina psicologicamente, cujos efeitos podem perdurar pela vida adulta. “Ela não está preparada para essa situação diferente do meio em que vive. Se não for possível evitar, sugere-se um acompanhamento psicológico, no sentido de melhor adaptação e aceitação dessa nova fase, na qual ela tende a se retrair e apresentar baixa autoestima”, diz Berger. A mãe – ou a pessoa que no momento faz o papel da figura materna na vida da menina – pode facilmente detectar a necessidade de evitar a menarca precoce. Basta perceber quando acontecer a telarca (nascimento da mama), que não deve ser antes dos 8 anos.

“É importante que a mãe sempre tenha muito diálogo com a filha e a observe, para perceber alterações de humor (mais fechada e irritada) e de desenvolvimento”, explica a terapeuta familiar Maria Elizabeth Haro, membro do Conselho Regional de Psicologia. Segundo a especialista, com a chegada da adolescência mais cedo, algumas etapas da infância deixam de ser cumpridas. “Em alguns casos, as mudanças podem deixar a menina envergonhada, querendo esconder-se, e as amigas podem achar esquisito. O apoio da mãe é fundamental.”

http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/saude/conteudo.phtml?tl=1&id=901054&tit=Puberdade-antes-da-hora-deve-ser-investigada

Site sobre Cistite

Dúvidas Sobre Cistite


Dúvidas sobre Cistite, sugiro o site http://www.livredacistite.com.br/